sábado, 17 de setembro de 2011

A dor da saudade.


Morreu ontem uma prima da minha avó/ Não cheguei a conhecer/ Mas minha mãe conheceu/ E tinha muito contato com a própria, antes de morrer/.
Minha avó, vivia dizendo, que ela sofreu muito com a morte da minha mãe/ Ela não chegou a ir no enterro e nem no velório/ Mas dizem que quando ficou sabendo, ela sofreu muito/.
Seu nome era Elza!/ Ela tinha um amor incondicional pela minha mãe/Tanto que ela vivia ligando aqui prá casa/ e nunca deixava de lembrar da minha mãe, com minha avó/. Ela afirmava com toda certeza, que minha mãe tinha sido sua filha em outra vida/.
Hoje minha avó tava me contando, que a minha mãe, á ajudava muito/ E não media esforços para qualquer sacrficio por ela..(ELZA).
Hoje quando cheguei do trabalho, minha avó leu prá mim, uma carta, que a Elza "psicografou" em 2003.. quase 2 anos depois da morte da minha mãe.
Parecia ser, uma carta, mandada pela minha mãe. TRISTE.. muito triste.. mas ao mesmo tempo, linda! Algo tão emocionante, que eu até chorei.. e senti, a voz da minha avó tbm presa de vontade de chorar.
Coisa de Deus..
Essa carta,a Prima da minha avó a(Elza), entregou no mesmo ano, prá minha tia, entregar a minha avó. E só hoje, depois de anos, é que minha tia entregou. Talvez, por que não era prá entregar naquele ano, de 2003. Naquela carta, eu senti minha mãe, mais viva do que NUNCA! Senti que mamãe tá no lugar mais lindo do céu.. Bem.. com saúde.. e Feliz!
Na carta ela dizia, que se amamos ela de verdade, prá gente não chorar por ela.É dificil. Mas com o tempo a dor alivia. Mas a saudade não passa. Aperta,machuca, até não ter jeito mais. Alivia.. mas depois,volta tudo de novo. Com poucas palavras, e o coração apertado de saudades, eu digo: Descanse em Paz minha querida! e dê um beijo e um abraço apertado na mamãe, por mim ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário