sábado, 17 de setembro de 2011

A dor da saudade.


Morreu ontem uma prima da minha avó/ Não cheguei a conhecer/ Mas minha mãe conheceu/ E tinha muito contato com a própria, antes de morrer/.
Minha avó, vivia dizendo, que ela sofreu muito com a morte da minha mãe/ Ela não chegou a ir no enterro e nem no velório/ Mas dizem que quando ficou sabendo, ela sofreu muito/.
Seu nome era Elza!/ Ela tinha um amor incondicional pela minha mãe/Tanto que ela vivia ligando aqui prá casa/ e nunca deixava de lembrar da minha mãe, com minha avó/. Ela afirmava com toda certeza, que minha mãe tinha sido sua filha em outra vida/.
Hoje minha avó tava me contando, que a minha mãe, á ajudava muito/ E não media esforços para qualquer sacrficio por ela..(ELZA).
Hoje quando cheguei do trabalho, minha avó leu prá mim, uma carta, que a Elza "psicografou" em 2003.. quase 2 anos depois da morte da minha mãe.
Parecia ser, uma carta, mandada pela minha mãe. TRISTE.. muito triste.. mas ao mesmo tempo, linda! Algo tão emocionante, que eu até chorei.. e senti, a voz da minha avó tbm presa de vontade de chorar.
Coisa de Deus..
Essa carta,a Prima da minha avó a(Elza), entregou no mesmo ano, prá minha tia, entregar a minha avó. E só hoje, depois de anos, é que minha tia entregou. Talvez, por que não era prá entregar naquele ano, de 2003. Naquela carta, eu senti minha mãe, mais viva do que NUNCA! Senti que mamãe tá no lugar mais lindo do céu.. Bem.. com saúde.. e Feliz!
Na carta ela dizia, que se amamos ela de verdade, prá gente não chorar por ela.É dificil. Mas com o tempo a dor alivia. Mas a saudade não passa. Aperta,machuca, até não ter jeito mais. Alivia.. mas depois,volta tudo de novo. Com poucas palavras, e o coração apertado de saudades, eu digo: Descanse em Paz minha querida! e dê um beijo e um abraço apertado na mamãe, por mim ;)

domingo, 11 de setembro de 2011

Prá não esquecer..

Algum dia eu queria que uma estrela, atendesse meu pedido.

Levando-me para o além das nuvens,deixando tudo para trás.

... Onde os problemas derretem
Como balas de limão,
No topo das chaminés,
É onde você vai me encontrar..

Fin de Doming

Domingo é um dia pesado. Independentemente do que vai acontecer,é um dia chato ;( Desanimado,parado e cheeeio de preguiça. Ngm MERECE!


Dá vontade, só de dormir!

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Fin.


“Deixa, o tempo varre a cada amanhecer um pouco de mim, um pouco de você. Deixa o amor em paz, deixa ele não ser, sinto que essas coisas têm que ser assim menos de você, um pouco mais de mim, toda chama apaga quando chega ao fim…”

- Camila Wittmann

“Tu és a folha de outono, voante pelo jardim. Deixo-te a minha saudade - a melhor parte de mim. Certa de que tudo é vão. Que tudo é menos que o vento, menos que as folhas do chão…”

- Cecília Meireles

Tudo passa, tudo passará..


Amizade é uma coisa muito complicada. Quanto maior é a entrega, maior será o desapontamento. Tô muito chateada com uma 'ex' amiga minha. Não consigo nem ouvir falar no nome dela. Não consigo nem olhar na cara dela, e etc..
Muito Dificil mesmo! Algumas coisas ainda ficaram engasgadas.
Eu tô me segurando prá não pegar no telefone e colocar tudo prá fora.
Tô guardando muita coisa, e isso tá machucando muito.E prá piorar tudo, convivemos no mesmo trabalho.Ou seja, nos vemos todos os DIAS!
Tô vendo a hora que a bomba vai explodir.. E ai, sim! Se ela nunca fez por onde me conhecer, certamente, ela irá me conhecer de verdade.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Saudades


Dia desses, me perguntaram qual a palavra mais triste do dicionário, eu lembro que logo pensei em saudade. Talvez por conviver demais com ela, talvez por gostar muito do seu significado. A verdade é que não a classifico somente como a mais triste do dicionário, mas também como a mais bonita. Saudade é porto seguro, referência para as conquistas, o marco zero da alma. Saudade tem cheiro de família, sorriso de amigo e gosto de felicidade. É o motivo que nos faz continuar a caminhada da vida. É o que ampara nossas lágrimas, o que define a nossa alegria e o que sossega nosso coração. Saudade é ponto de chegada, quando a partida nos estilhaça a alma. É fazer-se presente, mesmo estando tão distante, saber-se livre, mesmo estando completamente presa. Saudade é assim, uma dor que vai e vem e que, todos os dias, quase passa, mas nunca vai embora.

domingo, 4 de setembro de 2011

400 posts!

Esse blogger é muito especial prá mim. Todos os sentimentos que senti nos últimos anos, foi aqui que eu derramei. Foi aqui que eu dividi, e é claro que smp me ouviu sem me pedir nada em troca. ;)
As vezes eu fico tanto tempo sem aparecer por aqui, e quando volto você tá sempre de braços a bertos prá mim. Realmente isso aqui é um diário prá mim! Demorou muito ou quase nada, más completei meu post de número 400! ;P
Obrigada amigo por ter esperado. Você como ninguém sabia, que isso já era prá ter acontecido á tempos. Mas a falta de inspiração, fez com que eu deixasse você um pouco de lado. Mas graças á Deus, você nunca me deixoooou! ♥