domingo, 3 de abril de 2011

As vezes,as coisas melhoram..


Eu sou assim..
Desculpo uma,duas,três vezes. Esse é o meu limite.
Depois simplesmente,meu coração se fecha,e não se abre mais prá tal pessoa.

Nesse caso foi diferente. Não foi três. Foi seis,nove ou doze.
E mais ainda,não era qualquer uma; era alguém do mesmo sobrenome do mesmo laço sanguíneo..

Prá mim,não saber perdoar,é um defeito muito grande. DEUS perdoou até, as prostitutas,que vendem seu corpo.Então me pergunto, Por que não perdoar os nossos "irmãos"?..

Eu sou assim e não consigo mudar. Não é que eu esteja chateada ou guardando mágoa. Eu simplesmente,não consigo ser diferente.
Eu preciso de um tempo prá mim. Um tempo prá pensar.

Eu tenho comigo,que as pessoas acham,que eu não tenho coração. Que podem pisar,pode chigar,maltratar e eu vou ficar sempre ali, de pé. Como uma estátua. E nunca vou cair. Sempre de pé,elas acham que eu vou ficar. E não éassim..

Nenhum comentário:

Postar um comentário