domingo, 23 de janeiro de 2011

Será que eu vou amar alguém?


Ontem já na cama,tava bolando essa postagem..
As pessoas me perguntam,quando eu vou arrumar um namorado?
Não acho que prá arrumar "um namorado" como eles dizem,basta ir na esquina e escolher um/ Mesmo porque,não procuro alguém igual a mim,e sim, que me acrescente.Então não pode ser 'qualquer' um.
Tenho um certo trauma em relação á casamentos.. pelo que presenciei na infância./
Eu e meus irmãos sempre viamos,como meu pai tratava minha mãe.
Não sei se eles tem o mesmo sentimento que eu tenho, mas,até hoje, isso dói em mim. Tanto dói,que as vezes eu até choro quando me lembro.
Uma vez lembro que ela,já com a doença avançada,chorava..chorava de dor.
Mamãe,usava uns curativos na barriga,não me lembro por que,mas sempre tinha que esta trocando.Lembro que ela tava morrendo de dor,e eu com uns 10 anos na época,deitada no colchão do lado dela,sem poder fazer nada.
Eu com minha inoscência fiz o curativo nela.. E ela chorava..chorava..
Meu pai,eu nem lembro se estava na hora. Más concerteza,NÃO!
Minha mãe era uma mulher,diferente de todas. Linda mesmo!
Meu pai não dava um pingo de valor. Hoje em dia, ele tá se acabando na bebida de "remorso".Como se isso fosse traze-la de volta.
Agora eu penso.. Do que adianta um namorado? Só prá fazer bonito para os outros?
Eu tenho a minha mãe como o meu exemplo de vida,mas se for prá arrumar um pessoa desse jeito,que não esteja do meu lado no momento que eu mais preciso,prefiro a solidão como castigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário