sábado, 18 de dezembro de 2010

..ás vezes dá vontade de sair correndo..


Comecei esscrevendo essa postagem lá na loja..
Fiquei três dias sem acessar a net/As vezes nem eu me entendo/ Essa semana foi muito pesada prá mim,eu acho./
Sexta feira foi "Ô DIA"/Tem coisas que parecem só acontecer comigo/.
No ponto de ônibus eu perdi dois bus.(Um atrás do outro).
Discuti com um cliente..porque debochou da minha cara.
Depois vem uma cliente no meu caixa com uma sacola de carne/quando eu vou pesar, logo que peguei na sacola a carne cai no meu caixa.
Parecia que a sacola já estava furada e ela nem deu importância.
Fui entregar a um açougueiro e disse assim com ele:Ah! mas tbm aquela mulher é burra,ela viu a sacola rasagada e nem prá me falar?!
Sem olhar para o lado,não tinha percebido, que a cliente tbm estava ali,bem do meu ladinho.
Fiquei com uma enorme vontade de enfiar minha cara, em qualquer buraco que aparecesse na minha frente.
É claro, que ela não deixou barato..Ficou jogando umas indiretas e tal./Mas nem sofro!
É bom prá eles verem, como é bom humilhar nos trabalhadores que temos que ficar mostrando dente prá eles o dia inteiro.

Continuando..
Quando eu fui ao banheiro trocar de roupa,deixei minha blusa de uniforme cair dentro do vaso.(ERA SÓ O QUE ME FALTAVA),disse eu.
Depois tomei um tooombasso,descendo a escada.
Bom depois,briguei com a minha prima,que por cusa de nada me deixou irritada.
Depois,voltei ao banheiro com olhos cheios de lágrimas..
Não aguentava mais aquele dia..Aquelas pessoas..Tudo que eu tinha passado..

Mas ainda prá completar..saindo da loja, tinha comprado umas balas prá eu degustar/Quando coloquei a bala na boca,vem um retardado de um menino lá da loja,toma um "tropeção" e caindo me empurrra com tanta força, que quase que morria engasgada com a mini bala,que quase quase..me matava.

Fui para o ponto.. com a Nanna e a Elaine.
Dentro do Ônibus fiquei pensando em como o dia tinha sido dficil.
E que mesmo com tantas dificuldades,quanta coisa eu venci.
Eu acho que só do dia acabar e eu ainda estar viva,é um grande motivo a se comemorar.

Tem dias que realmente é melhor que a gente nem saía de casa.
Enfretar o mundo ás vezes não é nada fácil..nada prazeroso..

Mas eu tenho que ter a consciência, de que agora, eu não sou mais criança.
Sou uma adulta.POr dentro eu posso ser criança.. Mas por fora, a vida me mostra que é hora de crescer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário