domingo, 15 de agosto de 2010

Quase sem querer



Já não me preocupo
Se eu não sei porquê
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê
E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu quero o mesmo que você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário